Professor de matemática do Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT) trabalha em teoria da representação assintótica, relações com matrizes aleatórias e sistemas integráveis e a formulação de equações de diferenças de monodromia. Em 2008, ganhou o Prémio da Sociedade Europeia de Matemática (EMS), um dos dez prémios atribuídos pela excelência a jovem investigador matemático, a cada quatro anos. Em 2010, ele foi um dos quatro professores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) convidados a apresentar o seu trabalho no Congresso Internacional de Matemáticos (ICM). Em 2015 ganhou o Prémio Loève e o Prémio Henri Poincaré. Em 2018, Alexei Borodin, tornou-se Fellow da Academia Americana de Artes e Ciências (AAAS) e em 2019 foi agraciado com o Prémio Fermat.

Mais Info >