Estatística e professora na Universidade de Stanford, Susan Holmes é conhecida pelo seu trabalho na aplicação de estatísticas multivariadas não paramétricas, métodos de bootstrapping e visualização de dados à biologia. Usa estatísticas computacionais, em particular, métodos não paramétricos intensivos de computador, como bootstrap e MCMC, para fazer inferências sobre uma variedade de fenómenos biológicos complexos, interações entre o sistema imunológico e o cancro, resiliência e deteção de biomarcadores no microbioma humano e resistência a medicamentos no HIV. Frequentemente usa e contribui para a matemática fundamental. Um dos seus trabalhos notáveis é sobre a geometria do espaço árvore, introduzindo uma distância entre árvores filogenéticas para formar um complexo Cat (0). Obteve o seu doutoramento em 1985 pela Universidade de Montpellier II, esteve como investigadora titular no INRA durante dez anos, lecionou no MIT, Harvard, e foi professora associada de biometria em Cornell antes de se mudar para Stanford em 1998.

Mais Info >